Pensamento da semana

"Um país se faz com homens e livros" Monteiro Lobato

domingo, 30 de abril de 2017

Atividade de Escrita





Esse espaço é todo seu. Aqui, você poderá registrar suas histórias de alegria e de dor, suas conquistas e suas perdas e todos os outros pensamentos.

Registre sua autobiografia, a história da sua vida.

Comece então... Não perca tempo!

 

segunda-feira, 20 de março de 2017

DESCULPA, mas estamos em GREVE!

Contra a reforma da previdência!

É preciso saber, é necessário divulgar!


A reforma da previdência está prevista na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287 / 2016, que tem por objetivo mudar as regras para a aposentadoria  e a concessão de benefícios sociais dos brasileiros. Essas mudanças vão prejudicar  efetivamente a vida de todos nós, para quem já está trabalhando há anos e para quem ainda nem começou. Dessa maneira, se a reforma for aprovada, vai aumentar ainda mais as desigualdades sociais. Será o fim da aposentadoria. Será a maior injustiça contra trabalhador que é sempre o mais atingido.  
Por isso, nossa luta, nossa greve é justa. Não podemos ficar inertes diante dessa situação e convido a todos para participar conosco desse movimento que não é partidário e muito menos de interesse individual. É um movimento único em direção à defesa e garantia dos nossos direitos, dos nossos filhos, netos, bisnetos ...
Se você ainda não conseguiu entender converse com os seus pais ou professores sobre isso. "O conhecimento nos faz responsáveis".

Assista ao vídeo abaixo e entenda melhor. 




Passeata conta a Reforma da Previdência no dia 15/03/2017







sábado, 11 de março de 2017

Parabéns, Escola Estadual Pio XII!

"Construindo o presente, pensando o futuro"

É dessa forma que a Escola Estadual Pio XII vem desenvolvendo a sua prática educativa, "Construindo o presente, pensando o futuro".
Hoje, dia 11 de março, a escola completa 64 anos de história, de histórias ...

Alvorada ás 5h.


Alunos do 6º ano.


Caminhada pelas ruas da cidade.


Fanfarra sob o comando do Senhor Augusto.

Professores, servidores, alunos, pais e comunidade participando desse momento festivo.


Professor Ângelo, responsável por essas fotos. Sempre prestativo. Obrigada!

quarta-feira, 8 de março de 2017

8 de março - Dia internacional da Mulher

Uma homenagem a todas as mulheres, a todas as Marias!


Marias que se destacam pela força, raça, fé ...
"Misturam a dor e a alegria ...
Mas é preciso ter manha, é preciso ter graça ...
É preciso ter sonho sempre!"🌷🌷


Maria, Maria   (Milton Nascimento)
 
Maria, Maria
É um dom, uma certa magia
Uma força que nos alerta
Uma mulher que merece
Viver e amar
Como outra qualquer
Do planeta

Maria, Maria
É o som, é a cor, é o suor
É a dose mais forte e lenta
De uma gente que ri
Quando deve chorar
E não vive, apenas aguenta

Mas é preciso ter força
É preciso ter raça
É preciso ter gana sempre
Quem traz no corpo a marca
Maria, Maria
Mistura a dor e a alegria

Mas é preciso ter manha
É preciso ter graça
É preciso ter sonho sempre
Quem traz na pele essa marca
Possui a estranha mania
De ter fé na vida


Significado do nome Maria

Maria: Significa “senhora soberana”, “vidente” ou “a pura”.

Maria é um nome de origem incerta, provavelmente se originou a partir do hebraico Myriam, que significa “senhora soberana" ou "a vidente”.

Por ser um nome muito difundido, antes mesmo da época de Jesus Cristo, é possível que derive do sânscrito Maryáh, que quer dizer literalmente “a pureza", "a virtude", "a virgindade”.

Há autores que atribuem a origem do nome Maria à raiz egípcia mry, que significa “amar”. Existem outras teorias que traduzem o nome Maria para “mar de amargura”, “a forte”, “a que se eleva” ou, ainda, “estrela do mar”.

Outra versão sugere que o nome Maryam teria surgido a partir das palavras assírias Yamo Mariro​, que significa "oceano azedo" ou "ácido", no idioma aramaico assírio.

É um dos nomes mais comuns do mundo há séculos, e pode ser visto também como segundo nome e até em conjugação com nomes masculinos, como João Maria ou José Maria.

A versão francesa Marie e a inglesa Mary também ocorrem com alguma frequência no Brasil. Maria aparece por muitas vezes associado a um segundo nome. São os casos de Maria Eduarda e Maria Fernanda.

A personagem mais famosa com este nome foi a mãe de Jesus. Ela é citada no Novo Testamento da Bíblia e é uma das santas com maior número de devotos pelo mundo.

É adotado na Inglaterra desde o século XII e passou a ser um dos nomes femininos mais comuns desde o século XVI.


Fonte: https://www.dicionariodenomesproprios.com.br/maria/








domingo, 5 de março de 2017

Cuidado com o livro didático!


O livro didático é uma ferramenta pedagógica, que contribui para o desenvolvimento da leitura, do conhecimento, da compreensão, interpretação e execução dos conteúdos ministrados em sala de aula, auxiliando os estudantes em suas atividades tanto em sala, quanto em casa. Assim, o livro didático, bem como, todos os livros utilizados por nós, devem ser cuidados com muito zelo.

Para isso, algumas dicas de conservação dos livros é necessária:

  1. Encape os livros e coloque etiqueta identificando-os;
  2. Não rabisque;
  3. Não amasse ou rasgue;
  4. Não suje;
  5. Não molhe.
  6. Não alimente sobre os livros;
  7. Não exponha ao sol ou chuva;

Na escola pública o livro didático é distribuído de forma gratuita, por isso devemos cuidar para que possam servir a outros estudantes.

Fonte das imagens:  Cuidado com o livro didático

sábado, 4 de março de 2017

Não é sobre ter ...

É sobre saber ser;
É sobre sonhar;
É sobre acreditar;
É sobre ser abrigo;
É sobre compartilhar ...

Ouçam!




"Trem bala", música da cantora e compositora Ana Vilela. A letra é uma fofura, como disse a minha irmã. Além disso, transmite uma sensação de bem estar muito grande, pois suaviza a nossa alma e alegra os nossos corações. 

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Hoje é dia de Carnaval!


Atualmente, o Carnaval é considerada a maior festa popular brasileira e nasceu da mistura de uma festa que os portugueses trouxeram para o Brasil, chamado entrudo, e dos bailes de máscaras que aconteciam na Itália. O entrudo era uma festa de rua do século XIX, em que as pessoas brincavam atirando água, farinha, ovos podres e fuligem umas nas outras. Assim, todos que participavam da brincadeira saiam completamente sujos. Além disso, o entrudo era uma festa que comemorava a entrada da primavera no hemisfério Norte. Mais tarde, a Igreja Católica transferiu a festa para três dias antes da quaresma, que são os quarenta dias antes da Páscoa. Daí saiu o nome entrudo, que vem do latim introitus, que quer dizer entrada ou começo. No caso, a entrada da quaresma.
Também no século XIX surgiram as marchinhas de Carnaval e Chiquinha Gonzaga foi a precursora desse gênero musical, com a música O Abre-alas. “O samba somente surgiria por volta da década de 1910, com a música Pelo Telefone, de Donga e Mauro de Almeida, tornando-se ao longo do tempo o legítimo representante musical do carnaval”.
A primeira escola de samba foi criada em 1928, no Rio de Janeiro e chamava-se “Deixa eu falar”, hoje é a conhecida escola de samba Estácio de Sá, pelo organizador Ismael Silva, e a “Vai como Pode”, futura Portela. A primeira disputa entre as escolas ocorreu em 1929.
Tradicionalmente, as escolas de samba contam histórias durante seus desfiles na avenida e muitas pessoas trabalham o ano todo para que o espetáculo aconteça. A primeira coisa que uma escola faz quando começa a preparar o desfile é escolher a história que será apresentada. Ela é chamada de enredo. Depois disso, os compositores da escola transforma essa história em um samba-enredo, ou seja, contam a história em forma de música. Com o samba-enredo pronto é a vez de o carnavalesco começar a trabalhar. É ele que cuida de todo o desfile e para contar a história de uma forma interessante e criativa, ele divide a escola em grupos, que são chamados de alas. Cada ala usa uma fantasia diferente e representa uma parte do enredo. Também são criados os carros alegóricos, as fantasias, as coreografias. Outro item muito importante é a bateria e os passistas que fazem muitos ensaios para que as partes se combinem e dê tudo certo no desfile.
Depois do século XX, em muitas cidades do Brasil, principalmente, na região Nordeste, o Carnaval acontece na rua e foi influenciado pelos ritmos e danças de origem africana como afoxés, frevo, maracatu. Em Recife, a festa é animada por ritmos como o frevo e maracatu. Em Olinda, a festa dura 12 dias e o destaque são os bonecos gigantes. Em Salvador, milhões de pessoas dançam acompanhando os trios elétricos e em várias outras cidades pelo Brasil afora as pessoas brincam o Carnaval pelos blocos de rua.
O Carnaval é uma festa popular que representa a liberdade, a alegria, a diversidade em todos os sentidos.
  
Fonte:
 PINTO, Tales dos Santos. "História do Carnaval no Brasil"; Brasil Escola. Disponível em . Acesso em 28 de fevereiro de 2017.




quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Voltei!


Trago saudades e novidades, sim. Primeiro justifico a minha ausência.


De vez em quando, sentimos que algo na nossa vida não está bem ou bom o suficiente para darmos continuidade e assim aconteceu... Deixei o meu blog parado, adormecido, porque fiquei afastada por um tempo das minhas atividades, primeiro neste espaço e depois da escola. Por várias vezes tentei voltar, mas não conseguia, pois faltava motivação. Isso mesmo, motivação. 
Motivação é aquilo que nos faz levantar todas as manhãs, estudar, trabalhar, fazer esportes, entre tantas outras atividades diárias, necessárias ou de lazer. Assim, o que nos move é o desejo de fazer qualquer atividade por vontade própria, envolvimento, crença de que o que se faz é bom para você e para os outros. A motivação nos impulsiona para tudo nesta vida.  Infelizmente deixei que a falta de estrutura e valorização profissional na educação interferisse no meu projeto e, dessa forma, me desmotivasse.
Porém, novos desafios surgiram, novas propostas apareceram e com eles novas motivações relacionadas ao estudo e ao meu trabalho. Com isso, volto para este espaço com a certeza de que minha vida está alinhada ao meu objetivo de trabalho. Aguardem novas postagens sobre o que eu penso e sobre a nossa escola.
Até breve...

terça-feira, 13 de maio de 2014

Tema: "Combate ao abuso e à exploração sexual Infanto-juvenil"


"Todos - família, escola, sociedade civil, governos, instituições, igrejas, mídia - devem assumir o compromisso no enfretamento da violência sexual, promovendo e responsabilizando-se pelo desenvolvimento da sexualidade de crianças e adolescentes de forma digna, saudável e protegida." 




Amor E Sexo
Amor é um livro
Sexo é esporte
Sexo é escolha
Amor é sorte
Amor é pensamento
Teorema
Amor é novela
Sexo é cinema
Sexo é imaginação
Fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia
O amor nos torna
Patéticos
Sexo é uma selva
De epiléticos
Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
Oh! Oh! Uh!

O que fazer para evitar situações de vulnerabilidade?

Assista ao vídeo: Violência sexual e discuta.

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=20803

domingo, 11 de maio de 2014

18 de maio - Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes




A divulgação e o debate sobre o abuso e a exploração sexual ainda são pouco discutidos pela sociedade. Talvez por acharmos que isso acontece longe de todos nós, mas isso é um equívoco. 
Para evitarmos que crianças e adolescentes sofram é que propomos o debate e o esclarecimento  das crianças e dos adolescentes sobre as formas de violação de direitos garantidos por lei. 
Dessa forma, elas poderão reconhecer situações de risco e ações que podem ser categorizadas como abuso sexual e protegerem-se de relacionamentos sexuais violentos e exploradores.
 O texto abaixo foi pesquisado no blog "Faça bonito". Para maiores esclarecimentos e informações seguras acessem o link abaixo. 


18 de Maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes 
Uma data para não ser esquecida 
História
Em 1973 um crime bárbaro chocou o Brasil. Seu desfecho escandaloso seria um símbolo de toda a violência que se comete contra as crianças.
Com apenas oito anos de idade, Araceli Cabrera Sanches foi sequestrada em 18 de maio de 1973. Ela foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. O caso foi tomando espaço na mídia. Mesmo com o trágico aparecimento de seu corpo, desfigurado por ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória (ES), poucos foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.
Os acusados, Paulo Helal e Dante de Brito Michelini, eram conhecidos na cidade pelas festas que promoviam em seus apartamentos e em um lugar, na praia de Canto, chamado Jardim dos Anjos. Também era conhecida a atração que nutriam por drogar e violentar meninas durante as festas. Paulo e Dantinho, como eram mais conhecidos, lideravam um grupo de viciados que costumava percorrer os colégios da cidade em busca de novas vítimas.
A capital do estado era uma cidade marcada pela impunidade e pela corrupção. Ao contrário do que se esperava, a família da menina silenciou diante do crime. Sua mãe foi acusada de fornecer a droga para pessoas influentes da região, inclusive para os próprios assassinos.
Apesar da cobertura da mídia e do especial empenho de alguns jornalistas, o caso ficou impune. Araceli só foi sepultada três anos depois. Sua morte ainda causa indignação e revolta.

Mobilização para a data 
O dia 18 de maio foi instituído em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. O evento foi organizado pelo Centro de Defesa de Crianças e Adolescentes (CEDECA/BA), representante oficial do Ecpat, organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia. O encontro reuniu entidades de todo o país. Foi nessa oportunidade que surgiu a ideia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil.
De autoria da então deputada federal Rita Camata (PMDB/ES) - presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente do Congresso Nacional -, o projeto foi sancionado em maio de 2000.
Desde então, a sociedade civil em Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes promovem atividades em todo o país para conscientizar a sociedade e as autoridades sobre a gravidade da violência sexual.
O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vem manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas Aracelis.
Símbolo 
A campanha tem como símbolo uma flor, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação junto à sociedade, proximidade e identificação com a causa.
Esse símbolo surge durante a mobilização do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes de 2009. Porém, o que era para ser apenas uma campanha se tornou o símbolo da causa, a partir de 2010.
Para alcançar esse objetivo, é necessário que a sociedade em geral Faça Bonito na proteção de nossas crianças e adolescentes.

Chamada
O slogan Faça Bonito - Proteja nossas crianças e adolescente quer chamar a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no Brasil.
Lei
Lei 9.970 – Institui o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil
Art. 1º. Fica instituído o dia 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.